Pular para o conteúdo principal

Amamentação e papinhas - a roda de conversa!

Olá pessoal!
Tive o enorme prazer de ser convidada pela Web Filhos e o Grupo Cocriação para falar sobre amamentação, papinhas e alimentação das crianças.
Aliás, o grupo CoCriação da Nádia Cozzi (autora do blog Alimento Puro e do blog Bio Culinária) e da Adriana Zamberlam está organizando sempre ótimas rodas de conversas. É só chegar, é gratuito,gostoso, as crianças são bem vindas...vejam as próximas no site da Web Filhos.

E aí, vamos me ouvir (e me ver?)? É só clicar no link!

https://www.youtube.com/watch?v=xzQwXZDdtSs

Beijos e ótima semana!

Comentários

  1. Adorei o vídeo! Parabéns pelo seu trabalho, estou sempre acompanhando e graças a vc tenho conseguido mudar os hábitos alimentares aqui em casa e podendo proporcionar o melhor p o meu filhote. Bjinhos

    ResponderExcluir
  2. Uau! Que bacana!
    Amei o video. Ficou ótimo.
    Beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Muito bom adorei o video !
    Tenho duvidas em relação aos leites , minha bebe tem 1ano e 1mês e toma o nestogeneo 2 , gostaria de saber qual leite posso dar pra ela ? o ninho fases 1+ ou ninho fortificado integral . Não entendo muito sobre o que é composto lácteo. Desde já agradeço !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rhaqueisy! Formula infantil precisa ser indicada com critério clínico. Segundo a SBP, a criança pode tomar um leite fortificado com vitamina A e Ferro após o primeiro ano de vida. Portanto, o Ninho fortificado atinje as necessidades. Composto lácteo é um alimento feito com leite, mas com outros ingredientes adicionados - ingredientes bons, como prebióticos, e nem tão bons, como xarope de glicose!
      Abraços

      Excluir
  4. Conheci seu blog agora, e já estou gostando muito.
    Não sou mae mas sou tia coruja e vo torta (neto do meu marido). As crianças vieram todas esse ano. Meu sobrinho esta com 8 meses, minha neta com 3 e o neto recém nascido e tenho me empenhado em leituras e conhecimento para acompanhar o crescimento das crianças.
    Estou preocupada com meu sobrinho. Nasceu prematuro de 35 semanas (estava secando o liquido) e desde então ele tem problema com nariz entupido e o otorrino disse ser por causa da alergia ao leite (ele não amamentou no peito pois minha irma não teme leite).
    Ai veio a maratona de adaptacao ao leite, foram vários e hoje ele esta com o nestoneno
    Iniciou as frutas com 4 meses e a papinha salgada com 6.
    Desde julho esta na escolinha (6 meses) e desde então começaram os problemas de saúde, já tinha o problema com nariz entupido e agora com o tempo seco, o catarro foi para o ouvido dando otite e entrou no antibiótico, e ontem começou um n ovo tratamento pois o catarro foi para o pulmão.
    Elel toma mamadeira quando acorda, vai para a escolinha, tem frutinha, papinha de almoço, frutinha, leite a tarde, frutinha, leite, janta as 17hs e vai para casa as 18 hs, as 19.30 vai para cama e se acorda la pelas 22 hs toma mama com farinha láctea.
    E ontem, na visita de 8 meses, a pediatra pediu para tirar a mamadeira da tarde devido ele não estar jantando tudo.
    Gostaria da sua opiniao:
    - esta correto tirar a mamadeira da tarde e deixar o bebe somente com 400ml de leite durante o dia?
    - qual a influencia dele não comer toda a papinha salgada no jantar- 200gr?
    - podemos entrar com chazinho de camomila?

    obrigada pela atenção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida!
      Suas dúvidas: particularmente, acho pouco leite para um bebe de 8 meses. Mas isso depende de bebe para bebe.
      -200gr é uma ótima quantidade! A quantidade sempre fica com o bebê, ele decide.
      - Pode sim, com essa idade.
      Querida, te aconselho a passar com um gastro. Se o bebê tem alergia, o Nestogeno pode colaborar para toda a situação do muco.
      Abraços e boa sorte!

      Excluir

Postar um comentário

Comente! A nutri adora conversar!

Pots mais lidos

Iogurte na alimentação das crianças

Bom dia pessoal!
Vou seguir uma indicação de uma leitora querida, Alethéia, e escrever sobre iogurte na alimentação das nossas crianças.
Eu sou superfã deste alimento! Rico em Cálcio (sempre estimulo consumo de alimentos ricos  neste micronutriente pois nossa população está bem carente....), tem a lactose (açúcar do leite) fermentada e por isso é de fácil digestão, rico em probióticos, as tais bactérias benéficas que equilibram nossa flora intestinal, fortalece o sistema imunológico e facilita o trânsito intestinal, entre outros benefícios.  O iogurte pode ser incluido na alimentação do bebê após o início da alimentação complementar, isso é, com 6 a 7 meses aproximadamente. Com algumas ressalvas e detalhes.
Detalhe número 1: O iogurte para dar para o bebê, necessariamente tem que ser natural e sem açúcar. Os petit suisses vendidos no mercados contém corantes, aromatizantes e conservantes, substâncias estranhas ao nosso organismo (nós nutricionistas chamamos estas substâncias de xenobiótic…

Intolerância a lactose em bebês? Provavelmente não!

Com certeza você já leu na web a palavra lactose. Dieta sem lactose. Iogurte sem lactose. Mas o que é lactose? Seria bom tirar das crianças também?
Lactose é um dos carboidratos do leite. A grosso modo, um açúcar presente em leites. 
Leite materno, por exemplo, tem muita, muita lactose.
Nosso corpo, para digerir esse açúcar, usa enzimas que estão presentes no nosso organismo. Essas enzimas moram nas vilosidades intestinais. Vou mostrar:



Quando um bebê está tranquilo, vivendo a vida bebelística, a lactose é uma benção pra ele. É sim. Lactose, quando é “quebrada” pela enzima, vira galactose e ajuda constituição de galactopeptídeos integrantes do sistema nervoso central. Ela também ajuda a acumular água livre para reserva de termo-regulação, através da sudorese. Já viu como bebês suam?
A lactose também está associada à acidez das fezes e à formação da microbiota intestinal específica (predominância de lactobacillo e bifidobacteria, probióticos, o must da saúde atualmente), o que pode ser imp…

Sem açúcar, com afeto ou porque não dar açúcar ao bebê!

Sempre me perguntam, por quê não dar açúcar ao bebê? Ou então: posso dar açúcar orgânico, mascavo, produto adoçante?


O seguinte: a resposta inicial, todo mundo já sabe. Açúcar branco é caloria vazia, logo, não faz bem pra ninguém, dieteticamente falando. Essa caloria vazia pode ser traduzida em excesso de peso lá na frente - uma das doenças de mais difícil tratamento: a obesidade.
Mas tem um motivo mais profundo aí. Que eu vou explicar agora.
A necessidade de comer açúcar (alimentos doces) é do adulto. O bebê está provando tudo. Ele não sabe, por exemplo, que o suco de maracujá tem que ser adoçado. Sério. Ele vai aprender o que você mostrar a ele. Ele não sabe que a banana pode ficar melhor com açúcar. Ou não. A necessidade é nossa, não do bebê.
Só que, por natureza, o bebê já vem gostando de doce de fábrica. Ofereça açúcar, iogurte adoçado, chocolate, pirulito e geralmente você verá um bebê que vai comer e se lambuzar. A lactose do leite materno é levemente adocicada.
Por isso, não é um dos…